Tradição + Fisioterapia = Prática Baseada em Achismo

O especial de final de ano de Roberto Carlos é, para muitos, um aviso de que o ano está acabando… é uma tradição!

Isso vem acontecendo desde 1974 (isso mesmo, há 43 anos :o) e ainda hoje a atração conta com uma boa audiência.

Entretanto, dificilmente encontramos alguém que ouça ele com frequência nos 11 meses que precedem dezembro (principalmente se tiver menos que 40 anos!).

Porque então nesse dia específico tanta gente para pra vê-lo cantar com seus convidados???

O segredo está na tradição!!

O dicionário a define como: “transmissão de doutrinas, de lendas, de costumes etc., durante longo espaço de tempo”.

Em outras palavras, o indivíduo cresce vendo que todo final de ano seus familiares e conhecidos se reúnem com maior constância para momentos de lazer…

… época em que também acontece esse tão esperado show televisionado.

Portanto, a mente dele logo relaciona esses dois acontecimentos e os associa a sentimentos bons! Porém, desde que isso faça bem não vemos problemas em manter essa rotina.

Contudo, existem indivíduos que extrapolam essa postura para a vida profissional e é aí que mora o perigo!

Os fisioterapeutas – por exemplo – carregam consigo uma série de tradições fortemente enraizadas.

Mas está na hora de nos perguntarmos se elas estão nos fazendo bem, se queremos mantê-las…

Nesse ano de 2017 fizemos algumas postagens que colocaram a prova muitas dessas tradições (como exemplo, clique aqui).

Algumas pessoas podem até ter questionado se gostamos da nossa área e se realmente lutamos pelo seu crescimento…

… quem nos conhece sabe, mas ratificamos aqui nossa paixão pelo que fazemos!!

Essa paixão é imensa, mas não nos deixa cegos.

Conseguimos enxergar o quanto nossa profissão é brilhante, sem deixar de perceber que existem erros.

… entendemos que algumas coisas precisam ser descontruídas para haver progresso.

Dessa forma, acreditamos que a fisioterapia, ao invés de vender tradição, poderá vender eficácia.

Para isso, seguiremos firmes e fortes te ajudando a tomar decisões clínicas sabiamente.

… que venha 2018 😉
*
*
Abraçãooooo!!
*
*
Conta para a gente: qual a tradição que a fisioterapia deveria deixar para trás em 2017?

 

Tagged with:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by Copyscape